Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública
Notícia
Estudantes de Medicina da Bahiana produzem arte em módulo final do curso
A disciplina foi ofertada com o objetivo de proporcionar autoconhecimento e expansão do olhar para si e para o outro.
O módulo Medicina e Arte, coordenado pela professora Dra. Iêda Aleluia, foi ofertado pela primeira vez para os estudantes do último semestre de graduação do curso de Medicina da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública. O objetivo foi o de proporcionar aos alunos a experiência de utilizar o desenho como recurso de autoconhecimento, escuta e expansão do olhar cuidadoso para si e para o outro. Ao fim do módulo opcional, os alunos produziram um desenho coletivo do corpo humano. A arte foi construída a partir de olhares e perspectivas individuais dos participantes da disciplina.

Cada aluno escolheu um órgão do corpo humano para representar em um desenho subjetivo. Para isso, os graduandos estabeleceram combinados entre si e chegaram a um consenso. A professora da Bahiana Iris Pirajá ministrou as aulas que aconteceram por meio da educação digital, semanalmente, com exercícios práticos de desenho e pintura. Todo o material produzido foi postado no AVA. “Trabalhar com os alunos do curso de Medicina do 12º semestre foi um grande presente”, relata a professora que também dá aulas para os calouros do curso. “A matéria salientou a importância da pausa num momento de finalização de uma trajetória de muita dedicação, aprendizado e descobertas”, complementou a professora.

Iris Pirajá conta ainda que o projeto possibilitou o despertar para o exercício da profissão. “Essa atividade coletiva representou o trabalho da medicina, que é multidisciplinar. Cada profissional, em sua especialidade, possui um conhecimento que integra o trabalho em equipe”. Por isso, elaborar a anatomia ilustrada reforçou o sentido da medicina como uma atividade em conjunto, além de destacar a importância de confiar no outro e de conhecer as próprias limitações.