Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública
Notícia
X Fórum de Pesquisadores da Bahiana discute Internacionalização
Realizado de forma digital, evento debateu a situação da pesquisa brasileira em tempos de pandemia.
Uma mesa-redonda extremamente participativa marcou o X Fórum de Pesquisadores da Bahiana, realizado no dia 20 de novembro, via plataforma Zoom, dentro da programação da XX Mostra Científica e Cultural da Bahiana (MCC). Com a participação da reitora da instituição, Dra. Maria Luisa Carvalho Soliani, do pró-reitor de Pesquisa, Inovação e Ensino de Pós-Graduação Stricto Sensu, Dr. Atson Fernandes, e dos convidados Bruno Bezerril e Dr. Roland Blaton (Tulane University), a mesa teve como tema "Internacionalização e pesquisa brasileira".

Mediada pelo professor Luís Felipe Ribeiro Pinto (CAPES), a mesa foi aberta com a apresentação "O futuro da Ciência no Brasil: como desenvolver uma ciência competitiva?", proferida pelo professor Bruno Bezerril. "A evolução científica: da visão minimalista para a visão integrativa", foi o tema da fala do professor Roland Blaton.

Atson Fernandes explicou que a escolha do tema para o fórum atendeu a uma diretriz da CAPES que prima pela internacionalização da pesquisa: "A Bahiana vem fazendo um movimento grande no processo de internacionalização, por meio da movimentação de seus estudantes para instituições do exterior e também recebendo estudantes de outros países. Nós queremos valorizar e incentivar essa prática da internacionalização em nossos programas, por meio da interação de nossos professores e alunos, com docentes e discentes de universidades de fora do país para fazerem atividades colaborativas no campo da pesquisa, do ensino e até da extensão dentro de nossos cursos".

Prêmio Professor Humberto Castro Lima
Na ocasião, foi entregue o Prêmio Professor Humberto Castro Lima, concedido a pesquisadores e grupos de pesquisa que têm contribuído de forma significativa para a formação de uma cultura científica, fomentando e divulgando atividades vinculadas à ciência, tecnologia e inovação. O vencedor do Prêmio de Pesquisador do Ano foi o professor Luís Cláudio Correia. O prêmio para Grupo de Pesquisa do Ano, na categoria Grupos Consolidados, foi para o CAAP, coordenado pela professora Dra. Patrícia Lordêlo, e na categoria Grupos de Pesquisa em Consolidação, foi para o grupo "Neurociência, Emoção, Cognição e Comportamento", liderado pelos professores Gustavo Marcelino Siquara e André Carvalho Caribé de Araújo Pinho.