Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública
Institucional

Em sintonia com as demandas da sociedade, a Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública tem uma atuação moderna em saúde, incentivando a educação de múltiplas formas. O objetivo do trabalho da Bahiana é desenvolver plenamente as pessoas, tanto na preparação para o exercício da cidadania quanto na qualificação para o trabalho, promovendo a ciência e a cultura, prestando serviços de referência à sociedade e consolidando a pesquisa e a extensão como atividades permanentes de seu corpo docente, em intercâmbio com outras instituições de saúde nacionais e internacionais. Por essas razões, o desenvolvimento consciente e contínuo da Bahiana tem, ao longo de mais de seis décadas de existência, correspondido às expectativas regionais e nacionais na área da saúde humana.

Atualmente, a Bahiana conta com 552 docentes, dos quais mais de 70% tem titulação stricto sensu (mestrado e doutorado), tendo diplomado cerca de 15.800 profissionais da área da saúde e intitulado 265 mestres e doutores e também mais de 1.500 especialistas. Assim, ao longo dos seus 67 anos, consolidou-se como uma instituição vocacionada para a área da saúde, abrigando, atualmente, sete cursos presenciais de graduação: Medicina, Fisioterapia, Odontologia, Psicologia, Biomedicina, Enfermagem e Educação Física; e mais o curso na modalidade de ensino a distância, de Tecnólogo em Informática em Saúde.

A instituição oferece também quatro programas de pós-graduação stricto sensu, autorizados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES): o Mestrado em Tecnologias em Saúde, o Mestrado Profissional em Odontologia, o Mestrado Profissional em Psicologia e Intervenções em Saúde e o Mestrado e Doutorado em Medicina e Saúde Humana, com o objetivo de formar mestres e doutores pesquisadores para uma região ainda muito carente desses cursos, especialmente na área de medicina.

Na pós-graduação lato sensu, a Bahiana oferece 19 cursos de especialização, além de quatro residências, sendo duas uniprofissionais (Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial e Medicina de Família e Comunidade) e duas multiprofissionais (Multiprofissional em Atenção à Saúde da Pessoa Idosa e Clínica da Pessoa e da Família).

Na extensão, destaca-se o serviço de saúde Complexo Comunitário Vida Plena (CCVP) – com alunos e professores de graduação e pós-graduação de diversos cursos, incluindo os da Residência Multiprofissional, para cuidar de 5.022 famílias e mais de 22.000 pessoas. Esse serviço desenvolve ações, dentro da estratégia de Saúde da Família, como: atendimento médico em diversas especialidades; atendimentos em psicologia, nutrição, odontologia e outras áreas; visitas domiciliares com equipes interdisciplinares; exames; reuniões comunitárias e muito mais. Outro destaque é o componente curricular Prática Interprofissional de Saúde – práticas educativas em parceria com pontos da rede formal de assistência do SUS e com escolas públicas, comunitárias e associações de bairro. Iniciado em 2006, o componente conta com a participação de 295 alunos e 25 professores atuando em 27 grupos, numa ação interdisciplinar e de intercursos que possibilita uma rica experiência do trabalho que é desenvolvido em uma equipe multiprofissional de saúde. 

Integrada ao ensino e à extensão, a pesquisa também é desenvolvida por docentes e discentes da graduação e da pós-graduação, utilizando infraestrutura própria – continuamente ampliada – e de parceiros, por meio de vários convênios com instituições de referência nacional e internacional. Atualmente, são 31 grupos, com 128 linhas de pesquisa, contando com vários laboratórios e centros, tais como: Núcleo de Pesquisa e Inovação (NUPI); Laboratório de Bioquímica dos Orgânulos Celulares; Centro de Atenção ao Assoalho Pélvico (CAAP); Centro de HTLV; Laboratório de Tecnologias Assistidas; Laboratório de Biomateriais; Laboratório de Anatomia Patológica; Laboratório Interdisciplinar de Pesquisa em Autismo.

Os Campi Brotas e Cabula contam com pavilhões de aulas, laboratórios de ensino, de pesquisa e de informática, auditórios, ambulatórios, bibliotecas, videotecas, salas de videoconferência, espaços de convivência e um centro de convenções com Wi-Fi Eduroam em todos os ambientes acadêmicos.

História

A Bahiana tem a sua história vinculada às raízes da medicina brasileira. Com a criação da UFBA e a saída da Faculdade de Medicina da Bahia (1ª escola de Medicina do Brasil) do Hospital Santa Izabel para um novo hospital no Canela, abriu-se a oportunidade de utilizar aquelas dependências para a implantação de um novo curso, necessário para suprir a carência regional de médicos.

A determinação e a dedicação de um grupo de acadêmicos, religiosos, gestores públicos e médicos com grande experiência na docência possibilitaram a criação da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, comprometida com a qualidade do ensino superior oferecido e dos serviços assistenciais prestados à população. Desde 1953, ano de início de sua primeira turma, a Bahiana vem formando profissionais críticos, éticos e capacitados para enfrentar os desafios e as exigências da sociedade contemporânea.


Nossa Missão

Ser uma instituição de ensino vocacionada para a área da saúde, formando profissionais qualificados com base em princípios e valores éticos e humanísticos, em uma perspectiva individualizada e transdisciplinar.

Cumprir sua responsabilidade social, contribuindo para o desenvolvimento sociocultural e ambiental, buscando atender às demandas da sociedade, a partir de ações diferenciadas de ensino, pesquisa e extensão.

Nossa Visão

Ser uma universidade vocacionada para a saúde, referência nacional e internacional, com excelência no ensino, pesquisa, extensão e consultoria.

Valores

Servir:

  • Disponibilizar-se a ouvir e a acolher as pessoas em suas diferenças, demandas e necessidades, comprometendo-se com a resolutividade e com o código de ética da instituição;
  • Utilizar-se, prontamente, de todas as possibilidades e alternativas do conjunto dos serviços oferecidos pela instituição e, quando não possível, dar encaminhamento responsável na busca da solução;
  • Diante de novas situações/problemas buscar soluções e/ou alternativas inovadoras.

 
Empreender:

  • Ser responsável por seu processo de trabalho, atuando de forma proativa e persistente na busca de soluções e alternativas para os problemas, gerando resultados para todos os envolvidos;
  • Estar aberto às mudanças e novas ideias, comprometendo-se com os processos de transformação;
  • Enxergar os problemas como desafios e oportunidades de crescimento pessoal, profissional e institucional.

 
Aprender e Ensinar:

  • Disponibilizar-se para aprender com erros e acertos, compartilhando a sua experiência e contribuindo para o desenvolvimento pessoal e profissional de todos, fortalecendo a instituição como uma comunidade de aprendizagem;;

 
Comunicar:
 

  • Comunicar-se de forma franca e objetiva, assegurando a transparência e os entendimentos necessários para relações interpessoais e institucionais de qualidade, agregando credibilidade nas relações e respeito mútuo.

________________________________________________________________________________

Reitora da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública
Prof.ª Maria Luisa Carvalho Soliani

 Vice-Reitor da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública
Prof. Ênio Ribeiro Maynard Barreto

Pró-Reitora de Ensino de Graduação e Pós-Graduação Lato Sensu
Prof.ª Maria de Lourdes de Freitas Gomes

Pró-Reitor de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação Stricto Sensu
Prof. Atson Souza Fernandes

Pró-Reitora de Extensão

Prof.ª Carolina Pedroza de Carvalho Garcia

Coordenadora de Desenvolvimento de Pessoas
Prof.ª Luiza de Oliveira Kruschewsky Ribeiro

Coordenador Jurídico
Prof. Gaspare Saraceno

 Coordenador de Administração e Finanças
Emanoel Olimpio Alves de Souza 

 Coordenadora de Comunicação e Marketing
Margot Soliani

Coordenador de Desenvolvimento Institucional e Negócios de Impacto Social
André Soliani

  Coordenador do curso de Biomedicina
Prof. Geraldo Argolo Ferraro

 Coordenador do curso de Educação Física
Prof. Clarcson Plácido Conceição do Santos

 Coordenadora do curso de Enfermagem
Prof.ª Simone Cardoso Passos

  Coordenadora do curso de Fisioterapia
Prof.ª Luciana Bilitário

 Coordenadora do curso de Medicina
Prof.ª Ana Verônica Mascarenhas Batista

  Coordenador do curso de Odontologia
Prof. Urbino da Rocha Tunes

  Coordenadora do curso de Psicologia
Prof.ª Sylvia Maria Barreto da Silva 

 Coordenadora do Núcleo de Atenção
Psicopedagógica – NAPP
Maria Angélica Godinho Mendes de Abreu

  Secretária Geral
Vera Lúcia Martins do Rosário