Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública
Notícia
SIG Educação Médica

Bahiana realiza apresentação no SIG de Educação Médica.

A interdisciplinaridade na formação do profissional de saúde foi o foco da discussão da videoconferência do SIG de Educação Médica, realizada na manhã desta segunda-feira, 28 de maio, no CEDETE. A Bahiana, representada pela coordenadora do curso de Medicina, Prof.ª Dra. Marta Menezes, foi a apresentadora desta edição, juntamente com a Universidade Estadual do Rio de Janeiro que teve seu trabalho apresentado pelas professoras Márcia Mendes e Daniela Sobrino.

Em sua apresentação, Prof.ª Marta falou sobre o trabalho de interdisciplinaridade que vem sendo construído nos cursos de graduação da Bahiana, desde o início, com o Processo Seletivo Formativo, e também por meio de disciplinas que são cursadas em conjunto, por estudantes de diferentes cursos.

Ela ainda apontou alguns conceitos estabelecidos por entidades internacionais, como a Organização Mundial de Saúde, e nacionais, a exemplo doFórum Nacional de Educação das Profissões na Área de Saúde (Finepas), a partir dos quais levantou questionamentos e desafios  a serem conquistados para que a educação atinja o caráter intermultiprofissional. “Estamos falando para cada estudante o que é o ‘seu pedaço’, reconhecendo o valor do outro, mas sem perder a identidade profissional”, explicou.

Segundo Prof.ª Marta, essa é uma forma de melhor preparar os estudantes para um trabalho interdisciplinar também na residência, tema que foi desenvolvido pelas professoras da UERJ. As professoras Márcia Mendes e Daniela Sobrino relacionaram a experiência de sua instituição com o PROSEF da Bahiana, citando como exemplos o acolhimento que é dado aos residentes no início do curso, além de outras experiências que envolvem o trabalho do preceptor e a integração entre os residentes de diversas áreas da saúde.

O SIGs (Special Interest Group, Grupo de Interesse Especial) de Educação Médica tem como objetivo promover a interação e atualização entre os educadores da saúde, usando as tecnologias de informação, estimulando e apoiando a pesquisa na educação médica, no contexto do ensino-aprendizagem, principalmente integrando o ensino a pesquisa e a extensão no SUS.

Saiba mais clicando AQUI.