Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública
Notícia
Bahiana faz homenagem ao dia do Fisioterapeuta

Confira os depoimentos do Presidente e do Diretor do CREFITO 7.

A Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública celebra o Dia do Fisioterapeuta, comemorado sempre na data de 13 de outubro, com uma homenagem especial que pode ser conferida em outdoors pelas ruas da cidade e nas principais rádios FM.

Além de celebrar a importante data, a Bahiana vem destacando o curso de Fisioterapia, primeiro na Bahia, e que acaba de completar 38 anos. Confira no nosso hotsite os depoimentos especiais do Presidente e do Diretor do CREFITO 7, José Roberto Borges dos Santos e Geraldo Magalhães Melo, ambos formados em 1975, na Bahiana.

Outra iniciativa é a realização da II Jornada de Pesquisa em Fisioterapia da Bahiana que acontece nesta sexta-feira (15/10) e sábado (16/10), no Centro de Convenções da Unidade Acadêmica Cabula. Confira a programação.

A DATA
No dia 13 de outubro de 1969, foi regulamentado o Decreto Lei 938 que define como atividade específica do fisioterapeuta o desenvolvimento e a conservação da capacidade física de um paciente, além de ser reconhecido como profissional de nível superior. Desde então, o dia do fisioterapeuta passou a ser comemorado nesta data.

O QUE FAZ?
O fisioterapeuta trata doenças e lesões causadas por acidentes, má-formação genética ou vícios de postura, seja prevenindo, reabilitando ou curando.

A prevenção é considerada, inclusive, a primeira atribuição da fisioterapia, cujo profissional deve alertar e orientar o paciente sobre a necessidade de adotar procedimentos adequados em determinadas situações.

A fisioterapia de reintegração ou reabilitação visa reintegrar a pessoa à sociedade. Geralmente o fisioterapeuta estimula o potencial neurológico do paciente que sofreu lesões na área neurológica ou perdeu algum dos membros.

Já a fisioterapia curativa tem o objetivo de devolver os movimentos perdidos em decorrência de lesões graves ou restabelecer a força e vitalidade dos músculos.

Independente do tipo de intervenção, o fisioterapeuta pode atuar em vários ramos da medicina como a ortopedia, obstetrícia, pediatria, geriatria, reumatologia, medicina esportiva, neurologia, cardiologia e pneumologia.

O profissional pode escolher uma dentre várias das áreas existentes no mercado de trabalho, incluindo fisioterapia clínica, trabalhando em hospitais, consultórios, clínicas, centros de reabilitação e ambulatórios; saúde coletiva, onde elabora programas de saúde; educação, lecionando ou desenvolvendo pesquisa e em saúde esportiva, recuperando atletas. Além de se especializar em determinadas atividades terapêuticas como acupuntura, quiropraxia e osteopatia.


Fonte: www.ibge.gov.br
 

CLIQUE AQUI para confirir a nossa homenagem.


Programação das atividades do Dia do Fisoterapeuta:

Manhã 
08:30-09:45
Abertura
 
10:00-12:00
Oficinas

Comunicação: “Falei, tá falado!”
Objetivo: Propiciar um momento de reflexão crítica sobre a importância de uma comunicação efetiva.
 
Estudar e aprender: em busca de novas estratégias.
Objetivo: Discutir métodos e técnicas que auxiliam o estudo.
 
Relacionamento interpessoal.
Objetivo: Trabalhar ferramentas que possibilitem melhorar as relações interpessoais.


Tarde
13:00-13:45
Abertura
 
14:00-16:00
Oficinas

Bolas suíças.
Objetivo: A bola suíça como ferramenta profissional.
 
Empregabilidade: competências pessoais e profissionais.
Objetivo: Fornecer informações sobre o mercado de trabalho, conhecimentos e habilidades para gerar e manter um emprego.
 
Jogos cooperativos.
Objetivo: Motivar a auto-estima e o respeito mútuo de uma maneira espontânea e produtiva.
 
Experimentando outros papéis.
Objetivo: Vivenciar diferentes papéis no cenário profissional do Fisioterapêuta.
 
Exercícios chineses e Fisioterapia
Objetivo: Experienciar de como a prática de exercícios chineses podem ampliar a experiência profissional do Fisioterapêuta.