Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública
Notícia
TCC de estudante de Psicologia da Bahiana é apresentado em congresso da UFBA
O estudo sobre espiritualidade e cuidados paliativos foi produzido pela aluna Beatriz Aguiar.
A estudante Beatriz Fonseca Aguiar, concluinte do curso de Psicologia da Bahiana, teve o seu trabalho de conclusão de curso apresentado no Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão de 2019. O evento foi realizado na Universidade Federal da Bahia (UFBA), nos dias 29, 30 e 31 de outubro, e contou com apresentações de trabalhos de diferentes áreas do conhecimento. “Compreendendo a espiritualidade e a religiosidade no contexto dos cuidados paliativos: uma revisão integrativa” foi o título da pesquisa da graduanda. No dia 31 de outubro, a professora Jéssica Plácido Silva, responsável pela orientação desse estudo, apresentou o TCC no congresso. O evento anual, promovido pela Administração Central da UFBA, é aberto à comunidade externa.

O trabalho “Compreendendo a espiritualidade e a religiosidade no contexto de cuidados paliativos” teve como objetivo compreender como as dimensões espiritual e religiosa são abordadas na esfera paliativa dos cuidados com a saúde e foi realizado por meio de uma revisão integrativa de literatura, conforme explica a estudante Beatriz Fonseca, ao destacar a motivação para realizar esse estudo. “Meu interesse pelo tema se iniciou por meio do contato com a minha orientadora durante o período de internato. A professora Jéssica Plácido foi a minha preceptora”, revela Beatriz.

A aluna constatou que havia uma deficiência de aprendizado em relação às religiosidades e espiritualidades nos cursos de graduação em Psicologia: “Pouquíssimos espaços são abertos para discussões relacionadas ao tema, e menos ainda quando esse espaço é a sala de aula. Comecei a me questionar qual seria a importância da espiritualidade e como a psicologia poderia abarcar esses conceitos na graduação”. O assunto está se popularizando aos poucos, por isso Beatriz ressalta que é fundamental para os estudantes e profissionais pesquisar, estudar e produzir mais sobre essa área. 

Quanto aos resultados, a futura psicóloga expõe: “No âmbito dos cuidados paliativos, a espiritualidade se mostra como uma necessidade do paciente e da família. Dessa forma, é recomendável que faça parte do cuidado integral de pacientes com doenças terminais por possibilitar a manutenção da esperança, além de amenizar angústias e ressignificar o momento delicado”.

Em relação ao trabalho que foi selecionado para ser apresentado no congresso da UFBA, a aluna considera a realização importante por ter sido feita em um espaço fora da Bahiana, muito prestigiado e de grande importância para o meio científico: “Percebi que o meu estudo não é somente um trabalho de conclusão de curso, e pretendo ampliá-lo para uma pesquisa de campo, a fim de disseminar a ideia de que precisamos falar e discutir mais sobre a espiritualidade na psicologia”.