Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública
Notícia
Ex-aluno fica entre os quatro melhores do mundo no Remo Adaptado
Renê foi premiado no evento World Rowing Cup II.
Mais uma conquista em um mar de desafios. Assim foi a vitória do atleta paraolímpico Renê Pereira, ex-aluno do curso de Medicina da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública e também patrocinado pela instituição, que conseguiu a posição de 4º melhor do mundo no Remo Adaptado. Renê ganhou essa premiação no evento World Rowing Cup II, que aconteceu de 21 a 24 de junho, na Áustria. 

Em entrevista, Renê fala sobre o apoio da Bahiana ao esporte e o que essa conquista significa para sua carreira.
 


Quais são os principais eventos de Remo Adaptado? 

Renê Pereira - Nós temos, normalmente, dois grandes eventos todo ano, que  são: a Copa do Mundo e o Mundial. A Copa do Mundo foi esse evento que ocorreu na Áustria, em Linz, e o Mundial ocorrerá em Plovdiv, na Bulgária, em setembro. 

Como você considera esse resultado de ter ficado em quarto lugar na Copa do Mundo de Remo Adaptado?

Renê Pereira - Então, realmente foi um resultado muito bom. Eu venho tendo uma evolução desde as olimpíadas. Nas olimpíadas, eu fui sexto; no mundial do ano passado, nos Estados Unidos, eu fui quinto e agora, na Copa do Mundo, acabei em quarto lugar, atrás da Ucrânia, Rússia e Inglaterra, que são países bem tradicionais nessa categoria esportiva.

Qual é a importância do apoio da Bahiana para que você conquistasse essa posição na Copa do Mundo?

Renê Pereira - O apoio da Bahiana é de suma importância, porque viabilizou a aquisição do container – meu local de treinamento – onde eu já pretendo estar instalado daqui a alguns dias ou semanas, assim que tiver a licença formal do Estado.

Agora que passou a Copa do Mundo, qual é o seu objetivo como atleta para o restante do ano?

Renê Pereira - O meu objetivo, esse ano, é me manter entre os seis primeiros, com o propósito de chegar às olimpíadas, que seleciona os dez melhores da categoria.