Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública
Notícia
Enfermagem discute Política Nacional de Atenção Básica em Roda de Conversa
Encontro contou com participação de acadêmicos, professores e convidados.
A nova Política Nacional de Atenção Básica (PNAB) foi o tema da roda de conversa realizada pelo curso de Enfermagem da Bahiana, no dia 1º de novembro na Unidade Acadêmica Cabula. Mediado pela professora Aidê Nunes da Silva, o encontro contou com as convidadas Aladilce Souza, enfermeira e vereadora, e as profissionais da Unidade de Saúde da Família Dr. Carlos Santana – B.Doron Edlair Costa (odontóloga) e Nídia Márcia (enfermeira) que abordaram o processo de trabalho na estratégia de Saúde da Família.

A iniciativa caracterizou-se como "Projeto Piloto" do componente curricular Saúde Coletiva II, sob a responsabilidade dos docentes professor Augusto Cesar Costa Cardoso e professora Aidê Nunes da Silva, sendo fruto de discussões nas reuniões de planejamento e avaliação, sob a mediação da professora Cristiane Magali, coordenadora da graduação de Enfermagem.

O objetivo do projeto é promover a reaproximação reflexiva das políticas de saúde abordadas em sala de aula com a realidade vigente na Bahia e no Brasil. A ideia é que os acadêmicos do 3º semestre de Enfermagem vivenciem in loco o papel na gestão do cuidado em saúde pelo enfermeiro e demais categorias profissionais.

Durante a roda de conversa, os estudantes evidenciaram os avanços e retrocessos no Sistema Único de Saúde (SUS). “Espera-se, desse modo, promover a formação de enfermeiros críticos, reflexivos, assim como a parceria e defesa inovadora dos compromissos políticos/éticos do SUS”, ressalta Prof.ª Aidê Nunes da Silva.
 
     

Aladilce Souza pontuou os marcos da Saúde Coletiva no Brasil, ressaltando que a atual Política Nacional da Atenção Básica (PNAB) fragiliza os princípios e as diretrizes do Sistema Único de Saúde. Destacou, ainda, a importância da enfermagem, segunda maior categoria de trabalhadores no país. “O desmonte do SUS certamente impactará na gestão do cuidado pelo enfermeiro e pelas demais categorias profissionais”, ressaltou a vereadora.

Na ocasião, as profissionais da Unidade de Saúde Dr. Carlos Santana apresentaram seus processos de trabalho. “O enfermeiro é reconhecido na Unidade de Saúde da Família como um profissional capaz de, mediante conhecimentos, habilidades e atitudes, promover o cuidado integral e humanizado e interagir com a família e sua comunidade, promovendo o diálogo, a educação em saúde e a troca de saberes”, declarou Nídia Márcia. Edlair Costa ressaltou a importância do trabalho em equipe. “A discussão e construção de planos terapêuticos são fundamentais, entendendo que a gestão do cuidar perpassa por todas as categorias profissionais”, pontuou.

No primeiro semestre de 2017, os acadêmicos do 3º semestre de Enfermagem realizaram uma visita à Unidade de Saúde da Família Dr. Carlos Santana com a mediação da professora Aidê Nunes da Silva. “Na oportunidade, os estudantes conheceram a estrutura física e os profissionais, assim como participaram de roda de conversa sobre o processo de trabalho ali desenvolvido, avanços e desafios”, conta.

Presente no evento, a Prof.ª Luciana Oliveira, coordenadora do Núcleo Comum da Bahiana, ressaltou a importância da vivência no processo formativo dos acadêmicos.