Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública
Notícia
Acadêmico de Odontologia participa do programa Embaixadores da Juventude
Iniciativa integra agenda da ONU.
O acadêmico do curso de Odontologia Raphael Sande é um dos novos 22 embaixadores da juventude da edição de Salvador, iniciativa do escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e do Instituto Caixa Seguradora. Para integrar o grupo de embaixadores, foram selecionados jovens com o perfil de "alta liderança" para trabalhar com os objetivos do desenvolvimento sustentável (ODS) da Agenda da ONU para 2030.

"Inicialmente, fizemos um curso de 48 horas para trabalhar com esses objetivos que são separados em cinco Ps: Paz, Pessoas, Prosperidade, Planeta e Parcerias. A pauta de cada jovem embaixador é bem distinta dentro dos ODS, no entanto, elas podem ser agrupadas nesses Ps. Então, formamos grupos e, a partir disso, estamos desenvolvendo projetos", conta Raphael.

Por meio de debates com especialistas, análises de casos e atividades práticas, o programa oferece um treinamento completo de liderança e ativismo em pautas como segurança, pobreza, sustentabilidade, educação, empreendedorismo e saúde, abordando os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

O programa foi criado em 2016 para capacitar jovens e adolescentes brasileiros com alto poder de liderança e impacto social. Na edição passada, 25 jovens de Brasília (DF) foram selecionados entre mais de mil inscrições e, durante três meses, participaram de palestras, debates e atividades práticas sobre temas como a agenda do Sistema ONU, direito internacional, empreendedorismo e direitos humanos.

Raphael diz que seu interesse em participar do programa veio pela necessidade de pautar a saúde como um estado de bem-estar social, "longe do conceito da doença entre os jovens. Tudo isso graças à influência dos estágios em saúde coletiva e da minha participação no PET Saúde GraduaSUS", explica o estudante.

Cada embaixador tem uma atuação muito distinta em seu ciclo social, alguns com trabalhos artísticos outros à frente de ONGs de diversos temas. "No meu caso, pauto o movimento da educação em saúde através de uma iniciativa que realizo no meu interior junto com uma amiga da graduação (que também estuda na Bahiana) e agora o projeto em conjunto com os outros embaixadores".

No momento, os novos embaixadores estão trabalhando na construção dos projetos sociais, enquanto o escritório em Brasília capta recursos para dar início às ações, em 2018.