Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública
Notícia
Bahiana apoia Campanha Frame do Bem

Todas as doações serão revertidas para auxílio em tratamentos odontológicos.

Por ser uma instituição voltada para a saúde, a Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública sempre apoia campanhas direcionadas ao bem-estar da população.  A mais recente delas é a campanha Frame do Bem, cujo objetivo é transformar sorrisos e mudar vidas.

A ideia é arrecadar verbas para manter o programa Turma do Bem, uma organização social que, há 14 anos, une dentistas no Brasil, em Portugal e em 12 países da América Latina, para atender gratuitamente jovens de baixa renda. O acompanhamento é feito até que os pacientes completem 18 anos. 

O professor do curso de Odontologia da Bahiana e coordenador da Turma do Bem em Salvador, Leonardo Costa, conta que a organização não recebe verbas públicas, sendo mantida com a ajuda de empresas, doações e eventos. Para gerenciar uma estrutura de quase 80 mil pessoas em prol do projeto, é realizada uma campanha todos os anos.

Este ano, a campanha chama-se Frame do Bem. O filme da campanha foi dividido em 2.300 frames. “O doador, ao adquirir um desses frames, pode transformar cada um deles e ver a sua ajuda ser revertida em um tratamento odontológico”, explica Leonardo.

O cantor Jairzinho participou da campanha. Além de colaborar com uma doação, ele prestou uma homenagem ao pai, Jair Rodrigues, gravando a música O Sorriso. A agência de publicidade Santa Clara promoveu também a campanha de forma totalmente gratuita, a fim de conseguir colaboradores para o projeto. 
 



Turma do Bem

Há dois programas na Turma do Bem. Um deles é o Dentista do Bem, no qual cirurgiões-dentistas atendem voluntariamente jovens de baixa renda, proporcionando-lhes tratamento odontológico gratuito. São mais de 16 mil voluntários espalhados por cerca de 1.300 municípios dos 26 estados brasileiros e do Distrito Federal. O programa também está presente em Portugal e outros 12 países da América Latina, e mais de 64 mil jovens estão em tratamento odontológico gratuito. 
No Apolônias do Bem, vítimas de violência doméstica recebem tratamento odontológico gratuito, programa que já atendeu cerca de 600 mulheres.