Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública
Notícia
Bahiana apoia Escolinha de Atletismo Flamengo na 4ª Etapa do Campeonato Baiano CAIXA de Atletismo Adulto

Professores, estudantes e colaboradores estiveram juntos na torcida pelos atletas de Jaguarari.

Professores, estudantes e colaboradores da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública estiverem na torcida pelos atletas da Escolinha de Atletismo Flamengo que participaram da 4ª Etapa do Campeonato Baiano CAIXA de Atletismo Adulto, realizada no dia 5 de junho, no SESI de Simões Filho.

“Um experiência de companheirismo é o que presenciamos ao lado desse grupo que, com muitas dificuldades, treinam,  deslocam-se em situação precária, muitas vezes, e competem com afinco, abrilhantando os campeonatos em que participam, pois estão no pódio em todas as modalidades que concorrem, muitas delas, em 1º ou 2º lugar”, relata a coordenadora do Núcleo de Atenção Psicopedagógica (NAPP), Angélica Mendes.

Durante o campeonato, o preparador técnico e coordenador da Escolinha do Flamengo, Antônio Ferreira Bonfim (Ferreirinha) e toda a delegação foram acolhidos e recepcionados na residência de uma das estudantes do curso de Medicina da Bahiana, Sarah Coelho, com um almoço organizado por ela e sua família, com a contribuição e participação de estudantes e professores da Bahiana, além de vizinhos.

“Descobri que as competições da delegação eram pertinho da minha casa e, então, achei por bem arrecadar alimentos e abrir as portas da minha residência com o aval de ‘mainha’ e meu avô, para que nosso lar pudesse servir de espaço de acolhimento, descanso, reposição de energias, encorajamento, cuidado mútuo e amor para os atletas. Aprendi, em casa, que essa é nossa missão de cristãos e cidadãos”, relata a aluna que explica que experiências como essas possibilitam ao estudante de saúde perceber os diversos aspectos da vida que convivem e condicionam a existência das pessoas.

Sarah ainda destaca o ganho da vivência da humanização aliada à técnica médica. “Atividades como essa são imprescindíveis para abrir o leque de possibilidades e lógicas de vida que o estudante conhece de modo que a clínica ampliada, a escuta, a troca de saberes socioculturais se mostrem cada vez mais sólidos enquanto necessidade da prática médica no que diz respeito à união de humanização e técnica, que não cale, não escolha nem fale pelo outro. Esse é o principal aprendizado”.

Estiveram presentes no almoço estudantes, professores e funcionários da Bahiana, além de crianças e amigos que vieram acompanhando o grupo. “Uma tarde de alegria, vibração, solidariedade e, sobretudo, aprendizagem e é  com esses valores e muitos outros que podemos experimentar ao lado de Ferreirinha, sua família e os amigos que o ajudam nessa jornada gratificante que é resgatar, preparar e lançar para o mundo do atletismo esses jovens tão talentosos e guerreiros”, explica Angélica Mendes.

O coordenador do Pet Biomedicina, Prof. Sidney Santana, relata que a parceria da Bahiana com a Escolinha de Atletismo do Flamengo ajuda a cumprir a missão que a instituição tem com a responsabilidade social contribuindo com o desenvolvimento sociocultural das comunidades.

“Através dessas ações, é possível valorizar a importância da educação de saúde do trabalho para promoção de saúde dos atletas, além de desenvolver atividades colaborativas com os discentes da instituição que participaram do evento, realizando ações interdisciplinares, desenvolvendo habilidades interpessoais na comunidade”, explica.

Em maio, uma delegação com professores, estudantes e funcionários da Bahiana estiveram em Jaguarari, município onde está sediada a Escolinha de Atletismo Flamengo. Na ocasião, foram realizadas atividades de promoção e educação em saúde para os atletas e suas famílias, além de uma série de avaliações para verificar a performance dos atletas com uma bateria de testes.


SAIBA MAIS