Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública
Notícia
Coordenador de pesquisa e inovação da Bahiana visita universidades no Chile

Contatos estabelecem laços com instituições internacionais.

Em busca do conhecimento e do estabelecimento de parcerias para ampliar a produção científica, o Prof. Dr. Diego Menezes, coordenador de Pesquisa & Inovação da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, esteve em Santiago do Chile, em abril, onde conheceu o campus da Pontifícia Universidade Católica do Chile e a Universidade de Medicina do Chile.


Prof. Dr. Diego Menezes

Na Universidade do Chile, o coordenador visitou o Hospital Universitário da instituição, que oferece tratamentos gratuitos à população e os laboratórios de pesquisa, que ficam dentro da unidade médica. Em um deles, o docente da Bahiana foi recebido pelo Prof. Dr. Juan Diego Maya, um dos mais renomados pesquisadores chilenos, com vários trabalhos publicados no mundo. “Receber um pesquisador brasileiro aqui no nosso laboratório é muito gratificante, sobretudo, quando é um cientista que atua proficuamente na geração de conhecimento na área afim que atuo, a quimioterapia antiparasitária. Espero que esse primeiro contato seja o início de uma estreita troca entre as nossos grupos de pesquisa, através do estabelecimento de parcerias entre a nossa instituição e a Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública”, disse o Dr. Juan Maya.

No laboratório chefiado pelo Dr. Maya, pesquisas que visam a identificação de moléculas candidatas a novos fármacos para terapêutica de dligenciadas, estão sendo conduzidas com resultados altamente efetivos. Alguns desses estudos já possuem visibilidade mundial devido ao potencial inovador tecnológico. Os pesquisadores da EBMSP e da Universidade de Medicina do Chile estão articulando a mobilidade de estudantes de ambas as instituições. “Estamos trocando e-mails e articulando projetos de colaboração internacional que possibilitarão, ainda para este ano, a mobilidade de uma orientanda de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Medicina e Saúde Humana, a discente Marianna Soares, que está desenvolvendo o projeto de dissertação sobre a prospecção de moléculas com atividade anti-Trypanosoma cruzi, protozoário causador da doença de Chagas”, comentou o Dr. Diego.

Já na Pontifícia Universidade Católica do Chile, o coordenador de Pesquisa e Inovação conheceu as dependências de inovação, laboratorial e hospitalar. “Foi uma experiência muito rica! Conhecer um pouco sobre os fluxos acadêmicos da instituição, em especial pela excelência que se tornou a referida universidade, sendo, atualmente, considerada a melhor universidade da América Latina. Assim, espero compartilhar algumas práticas aprendidas na ambiência de nossa instituição, a EBMSP”, destacou.

Ainda na PUC do Chile, o Dr. Diego visitou e trocou experiências com pesquisadores que atuam na área da oncologia experimental e clínica, além das áreas de epigenética molecular, virologia e epidemiologia de H1N1 e bioinformática. Dessa visita, surgiu um convite para o pesquisador baiano palestrar na Conferência Chilena sobre oncologia da instituição.

Prof. Dr. Juan Diego Maya

De acordo com o coordenador, o trabalho feito na universidade é um modelo de como a pesquisa desenvolvida na graduação pode reverberar indicadores de inovação e, consequentemente, contribuir para o desenvolvimento do país. “Diferentemente do Brasil, onde as pesquisas de alto nível científico são desenvolvidas, principalmente, por docentes e discentes vinculados a programas de pós-graduação, na PUC do Chile, a pesquisa é fomentada desde a graduação, onde os discentes possuem como componente curricular básico, disciplinas de empreendedorismo, inovação e políticas industriais.”


Pontifícia Universidade Católica do Chile

As experiências em Santiago trazem articulações interinstitucionais que propiciarão intercâmbios de discentes e docentes, além do estabelecimento de uma agenda de elaboração de projetos e eventos.

Parcerias e indicadores de internacionalização em atividades de pesquisa e inovação são algumas das prioridades da atual gestão do recém-empossado coordenador, o Prof. Dr. Diego Menezes.